Embora não haja cura conhecida para as ressacas, vários alimentos e bebidas podem aliviar os sintomas.
Não fiques deprimido, aproveita a Passagem de Ano mas no dia seguinte certifica-te que tens estes alimentos à mão!

Bananas

O álcool bloqueia a produção de hormonas que ajudam o nosso corpo a reter a água, levando assim à desidratação e à perda de eletrólitos como potássio e sódio.

As bananas são especialmente ricas em potássio e podem ajudar a reabastecer as reservas deste mineral no nosso corpo. Uma banana média contém 12% do valor diário para este nutriente. Podes incluir ainda outras frutas como framboesas, morangos, maçãs, porque todas são ricas em diferentes vitaminas e vários pigmentos (compostos químicos) que têm acção detox significativa.

Ovos

Os ovos, as claras,  são ricas  em cisteína, um aminoácido que o nosso corpo usa para produzir a glutationa antioxidante. Beber álcool diminui as reservas de glutationa no organismo. Sem isso, o nosso corpo tem dificuldade em metabolizar o álcool.

Comer claras de ovos é uma ótima maneira de aumentar os níveis de glutationa no nosso organismo  e possivelmente melhorar os sintomas da ressaca. A gema nesta fase, deve ser evitada dado o seu conteúdo de gordura.

Curcuma

Um dos alimentos que maior poder anti-inflamatório que existe à face da Terra. Protege o fígado contra os radicais livres causados pelo álcool  e contra a hepatotoxicidade (toxicidade hepática ou do fígado).

Aumenta a produção da enzima de defesa SOD – Super Óxido Dismutase e a atividade da glutationa – a principal enzima antioxidante de defesa  do fígado.

Picles

Picles são ricos em sódio, um electrólito que é esgotado pelo organismo durante o consumo excessivo de álcool. Mesmo que não sejas fã de picles, a verdade é que pode ajudar a aumentar os teus níveis de sódio e assim melhorar o teu mau-estar.

Melhor ainda, se não conseguires comer um picle como quem come uma maçã, podes sempre comer um hambúrguer com algumas fatias de picle inseridas entre a carne e pão, o que nos leva ao nosso próximo alimento da lista!

Carne

Carne e outros alimentos ricos em proteínas podem ajudar o nosso corpo a metabolizar o álcool em excesso no nosso organismo. O álcool impede a absorção de certos aminoácidos pelo organismo, retardando a acção de desintoxicação por parte do fígado.

Um pedaço de frango assado com 100 g de peso, sem pele, tem, em média, cerca de 25 g de proteína.  As  carnes brancas, sem pele, devem ser as carnes  que deves privilegiar, uma vez que são as que possuem menos gordura. Não te esqueças que o álcool é todo processado no fígado, tal como a gordura, portanto, não sobrecarregar o fígado com gordura é essencial no processo de detoxificação!

Aveia

Aveia contém hidratos de carbono complexos que fornecem uma libertação lenta e constante de açúcar na corrente sanguínea, fornecendo energia ao corpo ao longo do dia,  o que pode ajudar com os sintomas da ressaca.

Um estudo mostrou que comer  um pequeno-almoço composto  por hidratos de carbono complexos (aveia, arroz integral, quinoa),  em vez de açúcares refinados, levou a um melhor humor e uma menor sensação de fadiga ao longo do dia.

Portanto, um prato de aveia depois de uma noite de bebedeira pode ajudar na ansiedade, na fadiga ou no baixo nível de açúcar no sangue.

Gengibre

Diversas pesquisas corroboram que o uso de gengibre é eficaz para os sintomas de náusea

Se te sentires enjoado e com náuseas, um chá de gengibre pode ajudar-te com o desconforto dos enjoos.  O gengibre melhora também a circulação sanguínea , a digestão e a absorção  de nutrientes.

Podes utilizar raspas de raíz de gengibre, o equivalente a uma colher de chá e fazeres uma infusão, ou então misturares numa salada,  na sopa ou num batido!

Chá Verde

Um estudo efectuado em animais concluiu que o chá verde diminuiu significativamente a concentração de álcool no sangue. Pesquisas adicionais mostram efeitos semelhantes em camundongos alimentados com extractos de chá verde.

Embora a pesquisa tenha sido feita apenas em animais, a eficácia do chá verde na melhora dos sintomas da ressaca pode aplicar-se também  em humanos.

Vegetais verdes escuros

Os vegetais são ricos em água, fibras, vitaminas , minerais e fitoquímicos vários que ajudam no processo detox do intestino e do fígado. Uma boa dose de vegetais é essencial para alcalinizar o pH do intestino e, deste modo, travar a inflamação intestinal causada pelo alcool, mas também para estimular o intestino a eliminar as toxinas aí acumuladas, através das fezes.

As couves, brócolos, alhos e cebolas são particularmente úteis por serem ricas nos aminoacidos sulfurosos que aumentam a glutationa, mas também noutros compostos com alto potencial detox do fígado como o I3C (indole 3 carbinol) e o DIM (Di-Indol-metano). Podes incluir ainda beterraba, espargos, cenouras, funcho, em saladas ou fazeres um batido verde detox de vegetais e frutas!

Água

E logicamente que não podia faltar a água.

Beber água é uma das coisas mais importantes que devemos  fazer quando estamos com a ressaca, uma vez que uma das principais vias de desintoxicação do organsimo dos metabolitos do álccol que ainda estão acumulados no organismo,  é a via urinária.

Sendo o álcool  um diurético, o que leva ao aumento da perda de água pela urina, então é importante que aumentes o consumo  de água, não só para re-hidratares, mas também para ajudares a eliminar o alcool e os seus metabolitos.

Conclusão

Enquanto não há cura mágica para uma ressaca, vários alimentos e bebidas podem ajudar-te a sentir melhor enquanto recuperas da noite anterior. O exercício físico também ajuda na melhoria dos sintomas da ressaca uma vez que estimula a circulação, a oxigenação,  a transpiração e todos os processos de eliminação do nosso organismo.

Diverte-te mas não te esqueças que se passares dos teus limites, no dia seguinte terás sempre de pagar o preço!