Considerada por muitos como a Nutrição do Século XXI, a Nutrição Funcional já não é apenas uma tendência que começou nos Estados Unidos.

Também já não é só o futuro antecipado em países como Brasil ou Itália. A Nutrição Funcional é o presente. E o mais fantástico de tudo é que… funciona!

Como funciona? Já lá vamos. Primeiro, apresentamos-te Mark Hyman, médico norte-americano e um dos responsáveis pela corrente médica da Medicina Funcional, que terá dado origem à Nutrição Funcional. Mark Hyman, esse mesmo, o autor best-seller do New York Times elogiado por personalidades como o antigo presidente dos EUA Bill Clinton: “Espero que o novo livro do Dr. Hyman vos inspire tanto como me inspirou a mim.” Mark defende uma medicina centrada no doente e não da doença. E é assim que também funciona a Nutrição Funcional.

Tens colesterol elevado? Um especialista que atua com base na Nutrição Funcional terá um longo caminho a percorrer antes de pensar em prescrever o que quer que seja. Porque será que tens colesterol elevado? Quais serão as causas? E as análises, o que dizem? Há valores fora do padrão de referência. Mas será que os padrões de referência (usados para toda a gente) são também a tua referência. Como deverá ser a tua dieta? Será que os alimentos habitualmente aconselhados a quem deseja regular o colesterol são aconselháveis para ti?

Na Nutrição Funcional, assume-se que os alimentos ingeridos afetam o teu corpo ao nível celular. Ou seja, há milhares de moléculas cheias de informação em cada garfada. E estas moléculas que entram no teu corpo vão afetar o comportamento das tuas células e a forma como te sentes. Os alimentos e os nutrientes são de facto capazes de modular as funções do corpo, orgânicas, incluindo hormonais e genéticas. E isto vem dar resposta à pergunta do costume: “Eu faço exatamente a mesma dieta que a minha melhor amiga. Ela perdeu 5 quilos e eu continuo na mesma. Porque será?”

Cada pessoa é uma pessoa. E esta regra é sagrada para a Nutrição Funcional. Cada pessoa tem uma individualidade química, e este ‘palavrão’ só quer dizer que cada pessoa é única, reflexo de uma genética única e de uma interação ambiente/estilo de vida/comportamentos.

Assim é fácil distinguir um profissional com competências em Nutrição Funcional. É aquele que olha para ti como um todo e que vê no alimento mais do que uma fonte de calorias. É aquele que olha para ti à procura de outros sinais relacionados − cabelo e unhas fracas? É aquele que relaciona o estilo de vida, stress, identifica carências, inflamações, intoxicações. É aquele que intervém após o diagnóstico global. É aquele que não olha só para a doença.

Primeiro, olha bem para ti.

 

Custódio César
Presidente e Director Técnico
Excellence means turning dreams into reality.