Proteínas há muitas! Qual é a melhor para ti?

Tudo começa na quinta, com o leite da vaca. Este leite é composto por duas proteínas: a proteína whey, que constitui 20% da proteína do leite, e a caseína, que representa 80%. O whey ou proteína do soro do leite é aquele líquido que permanece após o processo (coagulação e remoção do coalho) da fabricação de queijo. Apresenta vários benefícios para a saúde: é rico em vitaminas e minerais e contém todos os 9 aminoácidos essenciais. Ou seja, é uma proteína completa. Com a vantagem adicional de ser de fácil digestão. Isto explica o facto de andar sempre pelos ginásios e fazer parte dos planos de treino dos atletas, desde aquele que ‘se arrasta’ para fazer uma corrida de sete minutos ao de alta competição. A proteína whey é uma espécie de ouro da suplementação desportiva. Mas também podes tomá-la para perder peso, aumentar a massa muscular ou simplesmente ganhar saúde. E é em função dos teus objetivos que deves escolher a proteína whey. Proteínas whey há muitas, e não são todas iguais.

Repara,

Existem 3 principais formas de proteína whey, que resultam das diferentes técnicas usadas para isolar o soro do leite:

Proteína Concentrada do Soro do Leite – Boa relação qualidade/preço

É a forma de whey menos processada. A quantidade total de proteína na Proteína Concentrada do Soro do Leite pode variar entre 30 e 89%. Geralmente, este tipo de proteína do soro do leite é constituído por 80% de proteína, sendo os restantes compostos gordura e hidratos de carbono na forma de lactose. Costuma ser uma boa opção e mais económica.

Proteína Isolada do Soro do Leite – Tens intolerância à lactose?

Esta é a forma mais pura de proteína do soro de leite: contém 90-95% de proteína. Além de ser muito baixa em gordura, está também praticamente isenta de lactose, sendo por isso aconselhada a quem apresenta intolerância à lactose. Dado o seu grau de pureza (os teus músculos agradecem proteína de boa qualidade!), costuma ser mais cara do que a Concentrada. Se não for, é melhor desconfiares. Proteína Isolada do Soro do Leite ao preço da chuva… é coisa que não existe!

Proteína Hidrolisada do Soro do Leite – Mais rápida absorção

Ao passar por um processo − a hidrólise −, as cadeias longas de proteínas são como que quebradas, dando lugar a cadeias mais curtas, os péptidos. Na prática, isto leva a que a proteína seja mais bem absorvida pelo corpo, diminuindo assim também possíveis reações alérgicas. É, por isso, uma opção muito segura em fórmulas para crianças e desportivas. Totalidade de proteína: cerca de 80 a 90%.

Agora que conheces os tipos de proteína whey, já podes fazer a tua escolha! Espera lá… não é bem assim. E a qualidade?

Tags
Custódio César
Presidente e Director Técnico
Excellence means turning dreams into reality.