Tem 0 produtos no seu cesto

O SEU CARRINHO ESTÁ VAZIO DE MOMENTO.

O que precisas de saber

Aminoácidos vasodilatadores

Dado o facto de que a arginina e a citrulina desempenharem um papel importante na saúde vascular, faz com que este dois aminoácidos tenham um papel importante na prática desportiva.

Um dos factores que mais influencia a performance nas actividade física é a capacidade do organismo levar oxigénio e nutrientes aos músculos durante o treino, também conhecida como acção vasodilatadora. A Arginine & Citruline combina então dois aminoácidos que ajudam na vasodilatação e por consequência no aporte energético e de oxigénio aos músculos, melhorando assim a performance nos treinos tanto de alta intensidade como endurance.

Para além do papel importante na dilatação dos vasos sanguíneos, a Arginina por si só é um excelente aliado para melhorar o rendimento durante treino assim como também os níveis de energia durante o dia-a-dia.

Produto ideal para:

-Potenciar a vasodilatação;
-Estimular a produção de óxido nítrico;
-Aumentar a força e potência;
-Diminuir a sensação de dor muscular pós-treino;
-Diminuir a produção de ácido láctico.

Ingredientes

L-Arginina base, L-Citrulina DL-Malato, Agente de volume (Celulose
microcristalina), Antiaglomerantes (Estearato de magnésio, Dióxido de silício).

Composição

L-Arginina base
750 mg
L-Citrulina DL-Malate
250 mg

Como usar?

Toma 1 comprimido por dia. Não excedas a toma diária recomendada.

Avisos

Não recomendado durante:

 

  • A gravidez;
  • Período de Aleitamento

Ou em caso de alergia a algum dos constituintes.

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Arginine & Citruline”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este website está protegido por reCAPTCHA e aplicam-se a Política de Privacidade e os Termos de Serviço da Google

Ver todos os estudos
Med Sport Sci. 2012;59:18-28.
Eur J Appl Physiol 2010; 110 (2):341-51.
J Strength Cond Res 2010; 24(5):1215-22.
Curr Opin Clin Nutr Metab Care. 2017 Jan;20(1):92-98.